Skip to main content
Como Parar de Sofrer Por Amor - Capa

Como Parar de Sofrer Por Amor? Porque Tantas Mulheres Sofrem de Amor

Como Parar de Sofrer Por Amor? Você não acha incrível como a vida é uma caixinha de surpresas?

Nós nunca sabemos o que o futuro nos reserva, muita coisa pode mudar de um dia para o outro.

Aliás, eu, pessoalmente, mal sei o que me espera quando piso fora do quarto!

 

Por exemplo, todos os dias eu recebo e-mails com o agradecimento de leitoras pela visão que passo através do vídeo que eu falo sobre O Método do Respeito.

É muito gratificante vê-las falando que estão vivendo uma vida amorosa muito mais feliz e intensa.

 

Melhor do que isso é ver como muitas admitem ter crescido na maneira de se relacionarem com elas mesmas e ver que algumas conseguem, realmente, pegar o espírito de tudo que eu escrevo.

Mas nem todos os bombons são doces nessa caixinha de surpresas (alguns, por sinal, são bem amargos…).

 

Eu ainda recebo bastante mensagens de mulheres que dizem estar sem esperanças, desmotivadas e desiludidas com sua vida amorosa.

Muitas reclamam que não conseguem ninguém, que seu relacionamento vai de mal a pior e que não encontram solução.

Algumas não tiveram acesso ao meu livro digital e outras até já tiveram, mas não conseguem aplicá-lo em suas vidas.

 

Por que, em meio a tantos casos de sucesso, algumas mulheres continuam amarguras e se perguntando como parar de sofrer por amor?

Por que tantas mensagens que eu recebo contam histórias bem sucedidas, enquanto outras são quase como pedidos de socorro?

 

 

Então Como Parar de Sofrer Por Amor?

Como Parar de Sofrer Por Amor - Mulher Chorando

Pois bem, mesmo sabendo que cada mulher é única, a grande verdade é que, no fundo, quase todos os problemas que eu escuto têm algo em comum.

Por isso decidi escrever esse texto, reforçando algumas coisas que são muito importantes para qualquer mulher que deseja ter mais poder para definir o rumo da sua vida amorosa.

 

Só para ficar mais claro, quando escrevo “definir o rumo da sua vida amorosa e como parar de sofrer por amor”, quero dizer: mandar no coração e, de quebra, ter o poder para entrar em um relacionamento quando bem entender (e sair, se precisar).

 

No entanto, eu não posso percorrer o caminho por você: o que eu escrevo deve servir como um “gatilho” inicial para a sua mudança, mas toda a mudança deve vir de dentro de você.

Então, tenha em mente: É a forma como cada mulher reage ao que eu falo que determina o sucesso dela.

 

O problema é que as pessoas não querem ajuda; elas querem uma solução rápida, que funcione como solução definitiva.

Mas isso não existe quando estamos falando dos sentimentos e dos relacionamentos.

Você pode ler tudo o que eu escrevo e aplicar exatamente tudo, mas de nada adianta se você não alterar a mentalidade que está lhe prendendo aos seus velhos problemas…

Vamos ver o que é necessário para virar o jogo e como parar de sofrer por amor?

 

 

Negatividade e Insegurança

Como Parar de Sofrer Por Amor - Mulher Triste

Na minha opinião, estas são as duas maiores âncoras que impedirão que você percorra o caminho da sua felicidade, seja ele qual for.

O seu estado mental deve estar alinhado com o que quer atingir. Sempre.

Você talvez já saiba disso, mas mesmo assim pensa demais em cada movimento, prende-se ao seu passado, entra em pânico no momento em que um homem (ou, pior, aquele homem…) não faz o que você espera ou na velocidade que condiz com suas expectativas.

 

Seus pensamentos e emoções trazem uma carga de negatividade e insegurança gigantesca e, pode ter certeza, isso é sentido pelas outras pessoas.

A vontade de um homem investir no relacionamento de vocês quase sempre está ligada ao prazer que ele sente quando vocês estão juntos.

Logo, se você proporciona mais negatividade e estresse do que positividade e prazer, por que ele insistirá em estar com você?

 

Você lê em revistas e livros de auto-ajuda que é importante pensar positivo. Daí você vai lá e coloca isso em prática por algumas horas.

Mas, e o que acontece depois dessas algumas horas? Calma, já sei: na primeira dificuldade que encontra com aquele cara que você tanto gosta, você volta para aquele mau e velho estado de insegurança e negatividade.

Se enche de perguntas e questionamentos, e sai por aí falando que chegou “ao fundo do poço” que não aguenta mais sofrer por amor e coisas do tipo.

 

Agora me responda: como você pretende conduzir um relacionamento saudável, se você não consegue nem colocar você mesma para cima?

 

Você aí, que está com o coração ferido, é muito importante que você entenda uma coisinha:

O seu sucesso pessoal não é definido por um término de namoro, por um divórcio ou pelo seu status de relacionamento no Facebook.

Agora, não adianta eu falar isso e você olhar as suas amigas postando fotos com os namorados e maridos e desejar ardentemente que aquela fosse você.

Esse é um dos grandes problemas dos seres-humanos: todo mundo se compara com os outros, o tempo todo!

 

O que não nos damos conta é que quase ninguém posta coisas no Facebook e no Instagram falando sobre como se sente triste ou sozinho e como está sofrendo por amor e por alguma relação mal sucedida.

A linha do tempo de uma pessoa é como se fosse os melhores momentos da vida dela!

Aí você, que já está com os pensamentos dominados pela negatividade, olha aquela vida que parece perfeita e se enche com aquele doloroso sentimento de desilusão, com uma pitadinha de ciúmes e inveja.

 

“Mas Cesa, eu não consigo!”… Ela entrou em um site de relacionamentos e achou um namorado – você fez o mesmo e não encontrou nada!

… Ela começou um relacionamento à distância e vai se casar esse ano – você conversou com um cara de outro estado e tudo que ele fez foi viajar uma vez pra encontrá-la e depois dar o velho discurso de que precisava terminar para se concentrar na vida pessoal dele.

… Ela foi à igreja e Jesus jogou aquele cara lindo nos braços dela – você vai à igreja e tudo o que ganha é uma enorme vontade de bocejar.

 

Esse tipo de comparação não traz benefício algum.

 

Perceba o ciclo vicioso: você já está num estado mental ruim, vê vidas que parecem, e só parecem serem perfeitas e deseja que aquela fosse a sua vida, daí decide tentar repetir o que deu certo para a sua amiga, mas, obviamente, não consegue os mesmos resultados.

… No final, você não obteve o que queria, e, para piorar, alimentou ainda mais a sua negatividade.

 

E a insegurança? Bem, ela é seguramente a maior sabotadora de relacionamentos que eu conheço.

Sem brincadeiras e exageros, é a insegurança que faz as mulheres boicotarem o seu próprio sucesso.

E, obviamente, ela atrapalha os homens também.

Quer saber a verdade? Eu mesmo já me boicotei. 

E, foi vendo o mal que a insegurança fez para mim (e, por tabela, para algumas ex-namoradas) foi aí que eu decide trabalhar e estudar para mudar.

 

Modéstia à parte, falo com conhecimento de causa de quem já bebeu desse veneno e já falou com milhares de outras mulheres que também beberam, e só você ver alguns depoimentos na página oficial do meu livro.

É a insegurança que faz com que uma mulher tente de tudo e muitas vezes se humilhe para agradar um homem desinteressado e acabe parecendo desesperada — fazendo com que ele se afaste ainda mais.

 

É a insegurança que faz você esquecer tudo o que aprendeu e tomar atitudes impensadas, irracionais e desastrosas, que lhe impedem de se tornar a mulher com o poder de mandar no seu coração que você tanto almeja ser.

É a insegurança que deixa você cega quando a triste verdade sobre o cara que você diz amar está bem diante dos seus olhos e aí você começa a sofrer por amor, ou achar que está sofrendo.

E o pior: você pode até tentar escondê-la, mas a insegurança acha um jeito de escapar da sua prisão e manifestar-se na sua vida, especialmente nos relacionamentos.

 

Você “precisa” que aquele relacionamento dê certo de qualquer maneira porque todas suas amigas já estão com alguém e algumas já têm até filhos; você “precisa” fazer TUDO por alguém que você acredita amar, porque foi o que lhe disseram desde sempre.

mesmo quando esse alguém já pisou em você de todas as formas; você sabe que ele não é o homem certo para você, que ele não a respeita e não lhe trata do jeito que você merece, mas mesmo assim você não toma um atitude.

… Ao menor sinal de que ele está perdendo interesse, você caminha distâncias enormes (não importa o quanto ele já tenha se provado um completo babaca) para tentar consertar as coisas, ao invés de fazer a fila andar de uma vez e ficar se perguntando, como parar de sofrer por amor!

 

Agora, me responda, com toda a sinceridade que existe em você:

 

Como ele vai tratá-la da maneira que você deseja, se você mesma não se respeita?

 

Se, internamente, você se contenta com tão pouco, por que ele vai lhe dar mais do que aquilo?

Deixa eu dizer uma coisa que parece clichê: homens se atraem por mulheres que transbordam autoconfiança.

Sim, realmente parece clichê, mas é verdade.

 

Quando você demonstra que não é uma mulher que se satisfaz com qualquer coisa, os homens tendem à pensar:

“Bem, essa não é uma mulher comum…”. Mas por que você quer que ele pense isso?

 

Tá, o foco aqui é você, mas se você quer um relacionamento eu tenho que falar a verdade:

 

Homens geralmente querem se relacionar com uma mulher que faça ele sentir o que outras não fazem.

 

Senão, por que ele iria querer abrir mão da sua vida de solteiro? (Aliás, muitas mulheres deveriam pensar assim também!)

É aí que a mulher autoconfiante se destaca: ser segura de si já é algo incomum, algo raro, que atrai os homens.

Não é de técnica que estou falando aqui: é da mentalidade que você sempre deve levar consigo, para o seu próprio bem.

 

Estou falando que homens se atraem por mulheres que sabem o que querem, não por mulheres negativas e inseguras.

Parece tão óbvio, não?

Mulheres seguras de si não se contentam com qualquer coisa pelo medo de não conseguir nada melhor.

Mas aí também mora o fato de que muita mulher confunde “ser segura” com: “estar sempre certa”, “ser metida”, “se achar”, “ser mandona”.

 

Não, isso não é ser segura, é ser uma pessoa muito chata! (e o mesmo vale para homens assim).

A mulher segura sabe do seu valor e não precisa ficar provando isso, em processo de autoafirmação.

Ela se afasta quando precisa, ela o coloca no seu lugar quando ele merece, ela é um amor de pessoa quando vale a pena.

 

Ela respeita ele, e mais do que tudo, se respeita.

Isso não quer dizer que ela não é “testada”: a insegurança e a negatividade batem à porta dela também, mas ela não que isso faça com que esqueça quem de fato ela é e passe agir de uma maneira que possa prejudicar o relacionamento.

 

 

O Medo do Fracasso

Como Parar de Sofrer Por Amor - Mulher Triste Pensando

Seja você é uma jovem cujo primeiro ex-namorado acaba de engatar um relacionamento com outra mulher, ou uma mulher mais madura enfrentando o divórcio.

situações como essas são difíceis de se enxergar sob uma perspectiva positiva e sofrer por amor nesses casos é comum.

Não importa o quanto lhe digam que “tudo vai ficar bem” ou “você está melhor sem ele”, a sensação é a de que o chão abriu-se sob seus pés e você está despencando.

 

Mulheres geralmente têm medo de “fracassar” no amor.

Um namoro que não vai pra frente, um casamento que termina, ou mesmo uma amizade colorida que não dá resultados, tudo isso parece confirmar aquilo que muitas mulheres mais temem: ela não é boa o suficiente.

Não, não sou eu quem está insinuando isso; é ela mesma, dentro da sua cabeça, se tornando vítima da própria insegurança.

  • Você tenta de tudo para segurar aquele homem, e ele simplesmente decidiu se afastar.
  • Você dá chance após chance para um cara, em vão, para semanas depois ver que ele não vai mudar como prometeu.
  • Você se esforça ao máximo tentando colocar combustível naquela última brasa que resta entre vocês, mas ele diz que quer ficar sozinho; e meses depois está com outra.

 

 E qual é a primeira coisa que você pensa? “Estou fracassando”.

 

É isso que está na raiz da sua insegurança: você acha que precisa, de qualquer jeito, manter o que tem agora, uma vez que seu medo do fracasso continua habitando o seu subconsciente.

Você luta para fazer as coisas darem certo com homens que não valem nada, como se estivesse viciada, porque, afinal, se você não consegue manter um cara desses, o que isso diz sobre você?

“Fracassada”, e vai ficar sofrendo por esse amor que você acha que existe?

 

Aos meus olhos, isso diz que você não é forte emocionalmente; que você não é verdadeiramente segura do seu valor.

Por que tanto esforço para manter um homem que obviamente não dá o devido valor para você?

Sejamos sinceros, você já sabe que ele não vai mudar!

Sua intuição já diz isso há muito tempo, mas você teima em negar e se colocar em situações desconfortáveis para salvar um relacionamento que nunca será saudável.

 

Por quê? Medo e insegurança.

  • Se você se sentisse verdadeiramente amada, não precisaria implorar pela atenção dele.
  • Se você se sentisse verdadeiramente amada, o pedido de namoro não seria tão incerto.
  • Se você se sentisse verdadeiramente amada, não ficaria se questionando se você é apenas uma diversão temporária.

Por isso, o primeiro passo é você parar de mentir para você mesma por medo de encarar os fatos.

 

Ele diz que te ama, mas quando foi a última vez que você realmente sentiu que ele te ama?

Se sua mente acabou de percorrer vários exemplos de coisas legais que ele fez, você está em negação.

Uma mulher realmente amada não precisa recorrer ao passado, ela sabe pela maneira que se sente no momento.

 

Sim, todos queremos alguém para amar, compartilhar momentos felizes e para nos apoiar nas horas difíceis, mas para ter alguém que compartilhe os bons momentos da vida com você, primeiro é preciso aprender a vivê-los sozinha e para de sofrer por amor que você acha que tem.

 

Não, o fim de um relacionamento não significa que você fracassou, significa apenas que acabou e que você deve dar o próximo passo para virar a página!

O que você aprendeu durante esse tempo? Que erros precisam ser corrigidos? Como você se sente consigo mesma?

Essas são as perguntar que você se deve fazer e não a pergunta, como parar de sofrer por amor.

 

A única maneira de falhar no amor é parar de tentar, sentar na cadeira e se lamentar sobre os motivos pelos quais você não quer mais saber de homem nenhum.

Mas não seja rancorosa: isso também é negativo.

De nada adianta ficar se remoendo por aquele homem que partiu, só porque na sua cabeça ele era “o cara”.

Existem vários “caras” por aí; cabe a você encontrar o que preenche os seus requisitos.

 

Você quer um homem, você quer se apaixonar, mas tem que deixar de lado o medo de fracassar de novo e parar de reforçar a ideia de que ninguém lhe quer.

 

Deixar de lado suas inseguranças.

 

Eu não tenho como colocar positividade em uma pessoa negativa, nem tenho como acabar com a paranoia de uma garota que está convencida de que um cara só quer transar com ela, quando ela mesma está convencida de que não é boa o suficiente para ele.

 

Nós colhemos o que plantamos, e a terra mais fértil que existe é o seu cérebro:

Plante pensamentos e atitudes positivas, e assim serão os resultados.

E, acima de tudo, plante o amor a si mesma.

 

O motivo pelo qual muitas se sentem um fracasso não é por causa “dele” ou por causa “da falta dele”; é porque você não consegue deixar as inseguranças de lado tempo suficiente para realmente conseguir amar e dar valor a si mesma.

 

Virando o Jogo

Como Parar de Sofrer Por Amor - Mulher Feliz

Ser essa pessoa não quer dizer que todos os sentimentos nocivos serão eliminados da sua vida.

A diferença entre uma mulher que vence e uma que se sente fracassada é que a primeira planta somente pensamentos vitoriosos.

Você só transmitirá segurança quando estiver segura dentro da sua cabeça.

Você só brilhará quando acreditar que foi feita para brilhar, e aí não pensará duas vezes antes de fazer a fila andar quando alguém tentar ofuscar esse seu brilho e ficar pensando em como parar de sofrer por amor.

 

De nada adianta passar um ano malhando todos os dias, fazer uma plástica e usar várias técnicas, se internamente você permanece a mesma.

Como você espera que um homem queira estar ao seu lado se você mesma não consegue ficar algumas horas sozinha sem entediar-se?

Se você fica cheia de dúvidas sobre qual o tipo de tratamento você merece de um homem porque não se considera nada de impressionante, então você só atrairá homens que vão lhe dar nada de respeito.

 

Não tenha dúvidas: só quando você for positiva, você poderá tomar o poder para si.

 

Por isso, antes de querer se entregar para alguém aprenda a curtir seu tempo, a sua vida, arranje um hobbie, saia com as amigas, mergulhe de cabeça no trabalho e nos estudos.

Não está satisfeita com sua aparência? Matricule-se na academia, mude o corte de cabelo, faça algo que agrade a você.

Lembre-se que sua atratividade não depende apenas de fatores externos e da aprovação alheia: depende da sua postura, do seu caminhar, da forma como você consegue sorrir —principalmente quando está sozinha.

 

Pare de ficar obcecada pela ideia do que o relacionamento representa.

A verdade às vezes dói, mas você tem que saber o que fazer quando o amor que você quer não é o que está recebendo.

Por que ele não lhe quer tanto como você o quer? Não interessa. O ponto é:

Por que você continua esperando pelo amor dele quando tudo indica que ele não quer lhe amar?

 

Não ter medo de tentar é uma coisa, persistir no erro por insegurança, é outra.

O medo de fracassar no amor é o que leva mulheres a se envergonharem das suas ações e abraçar as mentiras criadas pelo seu cérebro inseguro.

 

Não há como fracassar no amor quando você se der conta de que seu primeiro amor, você mesma, sempre estará lá para levantá-la e encorajá-la a seguir em frente, não importa o tamanho da queda.

 

No fim das contas, apenas uma mentalidade é capaz de combater qualquer negatividade:

AMAR A SI MESMA.

Se você não está de bem com a vida, não está faltando o amor de um homem; o que está faltando é amor próprio, e a pergunta, como parar de sofrer por amor sempre vai estar na sua vida.

Gostou? Quer outras dicas poderosas?

Então CLIQUE AQUI e descubra um dos segredos por trás de todo homem e tenha acesso ao meu livro digital!

 

Artigo escrito por Caio Cesa (Coach de Relacionamentos e Criador do Guia: O Método do Respeito)

 

 

 

//

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *